Empreender e crescer, por Bruno Kurtz

Todos sabem que a grande maioria dos empreendedores tem como sonho e meta, tornar seus empreendimentos em grandes organizações, mas o caminho para atingir tal proporção além de desafiador, exigirá tempo.

O mercado atualmente está completo e vem sendo comandado pela nova geração, a tão falada geração Y. Muito se comenta sobre a necessidade de reconhecimento, seu espaço no mundo desta geração, mas para o empreendedorismo existem outros grandes desafios de seus novos líderes. Frente as oportunidades que nascem e perecem diariamente, o grande foco destes indivíduos tem sido o empreendedorismo digital, onde startups aparecem e “bum” são as grandes salvadoras daquele determinado problema, na sua região ou país, contudo, até onde tal foco pode realmente ser contundente na rotina de nós. Bem, hoje não conversaremos sobre o impacto destas, mas sim, a vontade incansável desta geração de crescer imediatamente.

Quem nunca se esbarrou com aqueles anúncios “fique rico já” seja no mundo digital ou físico, o ser humano sempre irá procurar algo que lhe dê retorno o mais rápido o possível, agora, esta geração tem isso como meta, se pensam em abrir um restaurante querem que este seja um tremendo sucesso em dois anos, se pensam em começar uma linha própria de produtos querem ser a nova tendência de moda. Aqui a situação fica mais evidente, todos querem ser mundiais, ganhar milhões em meses, porém, se podemos aprender algo historicamente é que, somente persistência e muita força de vontade começando pequeno e diante das dificuldades subir degrau a degrau trouxe a maioria das empresas ao patamar que conhecemos hoje.

Nosso país não é para fracos, exige-se uma carga tributária elevada, serviços demorados e uma falta de informação como em poucos no mundo, isto, somado as dificuldades da economia (as quais sempre existirão independentemente da situação) fazem com que a coragem seja mais um fator decisivo nesta equação tão complicada que é empreender e crescer no Brasil. Ao meu ver, com a facilidade ao acesso de formação, muito se fantasia sobre ser dono de seu próprio negócio, mas pouco se tem de material mostrando a realidade de como ela realmente é encontrada.

Logo, somatória da geração Y querer crescer “para ontem” junto aos estímulos vindos de várias partes, de que, ser o dono do seu próprio negócio é o que você precisa, trará um desencadeamento como nunca visto antes historicamente em nosso país. Agora o resultado de tudo isso? Nós iremos acompanhar no decorrer dos próximos dez anos, afinal, somos todos coadjuvantes e atores desta história.

E você? Percebe esta mudança na economia? Acredita nela? Deixe sua opinião!

Texto escrito por Bruno Kurtz.

Originalmente publicado no Portal Iza Zilli.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s